Chaminés: Descubra Como Inspecionar E Limpar

Manter as lareiras e chaminés limpas e a funcionar de maneira adequada é a melhor forma de proporcionar segurança à sua família e aos demais moradores do local. Embora, algumas vezes, seja necessária uma intervenção profissional, existem alguns cuidados que você mesmo poderá tomar para que a sua lareira funcione de forma adequada, por um período maior de tempo. E mesmo sabendo que existem óptimas empresas de limpa chaminés Lisboa, é sempre bom saber este tipo de coisas. Até porque hoje em dia a vida não tá fácil para ninguém, não é verdade?

Maneiras de inspecionar uma chaminé com lareira
Uma boa forma de saber se tudo está a funcionar como deveria com a sua chaminé é realizar uma inspeção de tempos em tempos, a fim de retirar as sujidades e outros itens que podem prejudicar o seu pleno funcionamento. Em chaminés com lareira, indica-se sempre iniciar o processo pela mesma.

Comece removendo as cinzas da lareira com uma vassoura dura ou com uma escova específica para chaminé. Você também poderá usar um aspirador de pó para as cinzas soltas.

Em lareiras com portas de vidro e telas, realize a máxima abertura das mesmas e adicione um pedaço de papelão ou um pano na lareira. Em seguida, deslize para dentro da caixa e ilumine a chaminé com uma lanterna. Nesse momento, você deve procurar por buracos queimados no metal, rachaduras na alvenaria e também as condições do abafador.

Peça ajuda de alguém para operar o abafador enquanto você examina se o mesmo está a abrir e fechar de maneira suave e se ele está a se encaixar de forma perfeita nos suportes. Se possível, use óculos de segurança, pois pode ser que o abafador esteja revestido de restos de cinzas e creosoto. Quando terminar de verificar o abafador, mantenha-o na posição fechada.

Em seguida, proteja o cômodo do material que poderá ser jogado da chaminé já que esse será seu próximo item a ser verificado. Para isso, você poderá usar um pedaço grande de papelão na lareira ou apenas fechar a porta de vidro ou telas.

Use uma escada para alcançar o telhado e a chaminé. Em alguns casos, as chaminés podem apresentar telas para pássaros ou capas de chuva, portanto, retire-as a fim de promover a inspeção completa. Antes de retirá-las, contudo, certifique-se de estar com espigões em mãos para que seja capaz de selar a chaminé de volta quando recoloca-las.

Ilumine a chaminé com uma lanterna e busque por um acúmulo de creosoto – é verificável pela sua cor marrom ou preta e se forma devido à queima da madeira, se acumulando nos canos das chaminés. Para soltá-los, use uma vassoura dura e de cabo longo, começando no topo da chaminé e varrendo dos lados e para baixo. É muito provável que você não consiga limpar de forma total o interior da chaminé, mas, tente retirar o suficiente para que a mesma funcione de maneira segura.

Depois de limpa, use uma lanterna novamente e busque por rachaduras ou buracos. Caso não note problemas, recoloque a tampa da chaminé e use um selante para o espigão removido.

Não se esqueça de verificar o entorno da chaminé, algumas vezes é possível que o espigão da parte que une a chaminé ao telhado – usado para proteger o sistema da água esteja corroído.

Antes de testar a chaminé, para ter certeza de que tudo está no local correto e funcionando de maneira adequada, não faça um grande fogo.

Maneiras de proceder com a limpeza das chaminés
Caso, durante o processo de inspeção, você verifique que existe a necessidade de uma limpeza mais profunda na sua chaminé, é possível utilizar alguns métodos. Em todos os casos, o ideal é iniciar se preparando de forma adequada para o trabalho.

Lembre-se que o indicado é realizar a limpeza da sua chaminé, ao menos, uma vez por ano. Porém, se você a usa com muita frequência, essa quantidade poderá ser maior. Além disso, você pode saber se está na hora de limpar a sua chaminé medindo o creosoto acumulado na lateral. Caso ele tenha mais de 0,30 centímetros de grossura, está na hora de proceder com a limpeza.

Antes de começar a limpar a sua chaminé, você deverá verificar se existem animais na mesma, como esquilos, guaxinins e pássaros. Se eles estiverem presentes, será necessário retirá-los.

Além disso, para que a limpeza seja feita de maneira adequada, é fundamental que você se utilize de materiais adequados. Por isso, meça os lados da sua chaminé a partir dos fundos da mesma e começando pela lareira. Determine o tamanho e o formato da tubagem e também à altura da chaminé. Em caso de dúvidas, é mais indicado superestimar o valor, de modo a ter material suficiente.

Alguns materiais que você deverá comprar para a limpeza:

uma máscara contra poeira
uma escova de chaminé (de plástico ou de arame) de acordo com as medidas da sua chaminé
uma vassoura e um espanador
canos de extensão de escova de chaminé
uma escada alta o suficiente, caso planeje limpar a chaminé de cima abaixo
uma escova menor com cerdas mais rígidas
uma lona encerada ou um pano para uso no interior do lar
Antes de iniciar a limpeza, certifique-se de retirar o abafador da tubagem da chaminé, para evitar que o mesmo obstrua a passagem da escova durante o processo.

Para limpar a chaminé de cima para baixo

Monte uma escova e uma seção do cano, prendendo o primeiro pedaço de cano na escova. Suba no telhado e, então, usando movimentos de cima para baixo, comece a esfregar a tubagem. Quando toda a sujidade tiver sido retirada, desça para limpar a parte debaixo.

Use uma escova pequena para limpar o fundo da tubagem da chaminé. Esse é um setor que a escova presa no cano pode não ter alcançado.

Para limpar a chaminé debaixo para cima

Caso não seja possível usar o método anterior, monte a escova com uma parte do cano e junte o primeiro pedaço do cano à escova de modo a aumentar a sua altura. Em seguida, insira a escova na chaminé através da lareira e, com movimentos para cima e para baixo, retire todas as sujidades.

Depois de realizar um dos dois métodos, limpe a entrada da chaminé e devolva o abafador ao seu lugar de origem. Não se esqueça de se livrar do creosoto de acordo com as leis da onde você está, pois ele é inflamável e não pode ser despejado no lixo comum.